Bitcoin está em alta na Rússia e rublo continua em queda

 As sansões aplicadas à Rússia por conta da guerra contra a Ucrânia, estão surtindo efeito no país liderado por Putin.

Na imagem vemos um ícone do Bitcoin em tom dourado assim como o fundo.

Os efeitos da guerra protagonizada por Rússia e Ucrânia estão surgindo a cada dia, enquanto o país liderado por Putin, insiste em uma guerra, as sanções cada vez crescem para ele e causam efeito negativo para o país.

Já é visto que o rublo, moeda russa, vem se desvalorizando a cada dia, em quanto isso as movimentações envolvendo o Bitcoin, vem atingindo o valor máximo em relação aos últimos 9 meses. De acordo com a empresa de análise de blockchain Kaiko, os negócios com o Bitcoin em rublos, chegou à US$ 1.5 bilhão na semana passada.

Com uma queda em mais de 30% nas bolsas, a moeda russa caiu no último dia 28 atingindo valores mínimos em relação ao dólar e ao euro, que foi negociada na bolsa de Moscou a 90 dolares e chegando ser negociada a 101.19 euros.

Com a situação econômica negativa o Banco Central da Rússia elevou as taxas básicas de juros em 10,1 pontos, atingindo 20%.

Desde que a guerra começou, a Rússia vem sofrendo sanções do ocidente, principalmente por parte dos Estados Unidos e da União Europeia, além de inúmeros países anunciarem que irão excluir os bancos russos do sistema internacional de pagamentos bancários, SWIFT. A inflação na Rússia já estava alta, antes mesmo do conflito com a Ucrânia, agora piorou, forçando o Banco Central agir.

Com o isolamento do país liderado por Putin, no mercado financeiro internacional, as criptomoedas podem ser uma boa alternativa para o momento, mas há ameaças de que o governo norte-americano pode restringir também as negociações em Bitcoin e outras moedas digitais. Adicionando exchanges que dão essa abertura à um lista negra.

O vice-primeiro ministro da Ucrânia, Mykhailo Fedorov, pediu através do Twitter que “todas as principais exchanges de criptomoedas bloqueiem endereços de usuários russos”, mas tanto a Binance quanto a Kraken não cumpriram com a solicitação a principio, e alegram que tem compromisso com seus usuários e que não há exigências legais para o pedido.

I’m asking all major crypto exchanges to block addresses of Russian users.

It’s crucial to freeze not only the addresses linked to Russian and Belarusian politicians, but also to sabotage ordinary users.

— Mykhailo Fedorov (@FedorovMykhailo) February 27, 2022

Entretanto, no dia 28 de fevereiro, a Binance mudou seu posicionamento e informou que bloqueará todas as contas russas que são alvo de sanções, visto que usuários comuns ainda podem fazer negociações com criptomoedas.

Fonte: Dentonatech

Sair da versão mobile